Plásticos na Indústria

Automobilística

• Objetivo:

Fazer com que profissionais que atuam neste setor entendam porque os automóveis tem de ser adaptados às diversas situações climáticas, levando muitas vezes a mudanças nos componentes. O farol é de PC, a lanterna de PMMA, , o para-choque é de PP com EPDM, mas por que? Descubra.

• Conteúdo Programático:

• O que são plásticos commodities.  
• O que são plásticos de engenharia.  
• O que são plásticos de alta performance.
• O que são plásticos homopolímeros.
• O que são plásticos copolímeros.
• O que são blendas poliméricas.
• O que são compósitos poliméricos.
• Porque o Nylon é considerado o rei dos plásticos?
• Diferenças entre os nylons 6, 66, 6/66, 11, etc.
• Porque o Poliacetal esta crescendo mais em novas do que os nylons? 
• Porque o PP copolímero heterofásico é uma commoditie que pode transformar-se em um plástico de alta performance?
• Porque o TPU vem conquistando a indústria automobilística.
• O PVC este perdendo espaço nas aplicações em automóveis?
• O antigo e persistente baquelite, ainda é utilizado em automóveis modernos?
• O  PC consolidou-se nas lentes dos faróis. Onde mais eles está presente? E nos parabrisas, porque ele não avança?
• O PMMA é 100% utilizado nas lentes das lanternas traseiras?
• O ABS e seu espaço no mercado.
• O cheiro exalado por muitos plásticos após processado pode limitar seu uso em peças automobilísticas. Como são feitos estes testes?
• Requisitos de performance na presença da chama.

• Público Alvo:

Engenheiros, técnicos, supervisores, operadores, e demais profissionais ligados à área.

• Carga Horária:

• Curso Presencial: 16 horas.

• Inclui:

• Apostila

• Coffee-break

• Certificado

• Curso On Line: Saiba mais aqui.

• Inclui:

• Apostila

• Certificado

• Suporte Técnico

Valores e Inscrições:
Sobre nós  l  Cursos  l  Consultorias  l  Agenda  l  Contato